quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A opinião do FMI sobre a evolução recente da economia de Timor Leste

No fim de Maio passado o FMI publicou a sua análise anual sobre a evolução da economia nacional de Timor Leste.
O relatório pode ser lido aqui: http://www.imf.org/external/pubs/ft/scr/2016/cr16183.pdf .

Parte das considerações iniciais, de síntese, são as seguintes:






segunda-feira, 25 de julho de 2016

A agricultura nos OGE de Timor Leste (FCTL e FI)

Despesas orçamentadas nos OGE de Timor Leste e destinadas à agricultura: Ministério da Agricultura e Pescas (FCTL) e "Irrigação" (Fundo de Infraestruturas)


Recorde-se que os OGE de 2014 a 2016 (sem retificativo) foram de cerca de 1500-1600 milhões USD, valores que permitem calcular o "peso" da agricultura nos OGEs.



sábado, 2 de julho de 2016

A coisa tá preta cá para estes lados... :(

2016: mais um ano com o preço médio do barril de Brent (o que interessa a Timor Leste) a caiiiiiiir



sexta-feira, 1 de julho de 2016

Fundo petrolífero de Timor Leste, 2005-2015

Dos relatórios trimestrais do Fundo Petrolífero publicados pelo Banco Central de Timor Leste (www.bancocentral.tl ) retiraram-se os dados que permitiram construir os dois gráficos abaixo.

Esses dados permitem concluir que as entradas de dinheiro desde o início do Fundo totalizaram cerca de 21,8 mil milhões de USD dos quais foram transferidos para financiamento dos vários Orçamentos de Estado anuais cerca de 7,3 mil milhões.
Destes, por sua vez, cerca de 2,2 mil milhões foram de excedente para além do rendimento sustentável estimado (para facilitar estimou-se que este terá sido constante e, em média, de 650 milhões de USD/ano). 
O capital atual do Fundo rondará os cerca de 16.500 milhões de USD mas a queda das cotações internacionais do petróleo e da própria produção faz antever que o período de aumento do capital se aproxima do seu fim. O ritmo da sua (prevista) descida dependerá de vários fatores, desde a evolução das cotações dos títulos que constituem o capital do FP (títulos do Tesouro de vários países e ações de grandes empresas internacionais), a evolução da produçao e do preço do petróleo no mercado internacional e, por fim mas não por último, dos levantamentos do FP que as autoridades timorenses resolverem efetuar --- o que depende de opções fundamentais sobre o nível (principalmente) e a estrutura dos Gstos Públicos.





terça-feira, 17 de maio de 2016

Relatório de gestão do Fundo Petrolífero: 1º trimestre de 2016

Só imagens com os dados publicados pelo Banco Central de Timor Leste:






sexta-feira, 6 de maio de 2016

Preço do petróleo: segue a dança do sobe e desce...


""The market is massively oversupplied," said Eugen Weinberg, analyst at Commerzbank in Frankfurt. "This rally doesn't have strong legs," reports Reuters.
There isn’t much by way of fundamentals to rely upon for the rally to continue. Closer to $50/b, additional supply will start trickling in and buyers will be wary to buy at higher prices. With no excuses at hand, the speculators will find it difficult to prop prices higher.
The short-term speculative pop in crude is about to end and the long-term fundamentals will take over. Prices should drop closer to $36 to $38/b in the near future. [44,32 USD/barril hoje]
By Rakesh Upadhyay for Oilprice.com